quinta-feira, 26 de junho de 2014

Momentos "espetaculares" de um divorciado

Nem sei por onde começar.

Não consigo imaginar como certas pessoas conseguem ser insenciveis e pensam que é fácil para pessoa se divorciar.
A que teve mais piada (sem piada nenhuma) foi a senhora da conservatoria que me telefonou a confirmar a data da audição para assinar o divorcio. A senhora de extrema simpatia diz: " não se importa de avisar o seu marido da data? Como foi divorcio amigável..."

Então vamos lá ver a coisa: o divorcio foi amigável, mas eu não fiquei amiga do meu marido!!
Não me venham com coisas que temos que manter uma relaçao de amizade com ex's e que é sinal de maturidade. Isso para mim não pega.

É um sofrimento. Antes da separação, durante e pós-divorcio. Uma pessoa quer esquecer, quer começar uma vida nova e melhor. Não quer andar com lembranças infelizes o resto da vida. Já sou uma sortuda por não termos filhos em comum e que por isso não há vinculos com ninguem.

Outre pérola foi já depois do divorcio quando começo a tratar dos cartões obrigatórios que tenho que mudar. Uns muito discreto e nada de comentários, outros comentam que uma pessoa está em baixo e tentam nos animar e outros...bem, só me lembro de uma pessoa dizer: "Mudar o nome???"...sim mudar o nome e não me apetece entrar em pormenores dos genero "sim, o nome porque infelizmente divorciei-me esta semana, mais informações?"

Pessoas que depois de olharem para a alteração do meu estado civil dizem: "você não está com bom ar"....acha?

E isto ainda está no inicio. Confesso que o assunto do divorcio já devia estar enterrado, mas não, é obvio que ainda é falado por familias e amigos, até porque, como foi muito derrepente há muita gente que não sabe. Mas eu tento não falar e não pensar no assunto. Há ainda assuntos pendentes e há ainda mais muita coisa para explicar que eu sinceramente já não quero saber. Mas pessoas vão continuar a perguntar o porquê?

Pois não sei. Não sei o que aconteceu. E só peço que não me façam mais perguntas.

1 comentário:

  1. não tens que dar justificações a ninguém, mas as pessoas são assim... curiosas

    ResponderEliminar