terça-feira, 22 de julho de 2014

Guia para divorciadas (cromas como eu)

Voltando à saga deprimente do pós-divórcio. Quando digo guia para divorciadas também englobo para quem namora, vive em união de fato com homem...ou mulher, ou uma amizade colorida ou seja lá o que for que vos tenha quebrado o coração. O meu por sinal, já estava bem moído dos golpes amorosos que tinha sofrido, claro que mais um nunca é demais (só espero que tenha sido o ultimo).

Bom, eu sempre disse que este ano era de mudanças positivas: comprei o carro, comecei a conduzir sozinha, inscrevi-me num curso de fotografia (e acabei), voltei para Lisboa (mesmo que tenha sido pelo divorcio), nasceu o meu sobrinho e conheci novas pessoas.

E....acabei de me inscrever num ginásio!!\o/
As pessoas vão gozar porque não é nada de especial, toda a gente vai a um ginásio. Mas para quem me conhece sabe o quanto eu sou preguiçosa e forreta, duas combinações muito más para uma pessoa só. Andava a querer inscrever-me mas adiava por mil e uma razões, mas a maior era por causa do dinheiro. Agora não tenho desculpa!

E o que isto tem a ver com o guia? Tudo! Claro que não quis passar este feito ao lado, mas queria exemplificar que às vezes é preciso grandes abanões para nós acordarmos e fazermos alguma coisa por nós. Chamo a isto "Síndrome de Bridget Jones", em que todas as gajas, depois do seu luto (e isto o luto vai de pessoa para pessoa) começa a pensar em dieta, exercício físico, mudar de trabalho ou frequentar sítios novos, etc. Basicamente fazer mais coisas por si mesma do que antes.

Inscrever-me no ginásio foi para mim "O Passo" que precisava para começar a cuidar mais de mim. É o começo de muito amor próprio. Não me vou desiludir a mim mesma. Amanhã já vou fazer a minha avaliação fisica, que por sinal vai ser a desgraça.



2 comentários: